Conheça os Benefícios que compõem o Bolsa Família

O Bolsa Família é um programa que tem como objetivo combater à pobreza e a desigualdade econômica e social no Brasil. Criado em outubro de 2003, ele possui três eixos principais: complemento de renda, acesso a direitos e articulação com outras ações de políticas sociais.

Todos os meses, as famílias atendidas pelo programa recebem um benefício em dinheiro que é transferido diretamente pelo Governo Federal. No entanto, o que pouca gente sabe é que o valor que cada família recebe mensalmente é a soma de vários tipos de auxílios previstos dentro do Programa Bolsa Família e um grupo familiar pode ser contemplado em diferentes modalidades. Os tipos e as quantidades de benefícios que cada família recebe dependem da composição do grupo (número de pessoas, idades, gestantes, estudantes etc.) e da renda total da família beneficiada.

Family Sitting on Grass Near Building

Há o benefício básico, que é o auxílio concedido para os grupos familiares que vivem em situação de extrema pobreza, ou seja, quando a renda mensal por pessoa não ultrapassa R$ 89,00.

Existem também os benefícios variáveis que são permitidos até cinco por família. Dentro desta categoria, há o benefício variável vinculado à criança ou ao adolescente de 0 a 15 anos no valor de R$ 41,00, que é pago às famílias com renda mensal de até R$ 178,00 por pessoa e que tenham crianças ou adolescente nesta faixa etária em sua composição. Para receber esta categoria do benefício, é exigida a frequência escolar das crianças e adolescente entre 6 e 15 anos de idade.

Ainda nos benefícios variáveis, está presente o benefício variável vinculado à gestante também no valor de R$ 41,00, que é pago ás famílias com renda de até R$ 178,00 por pessoa e que tenham grávidas em sua composição. Nesta categoria, são repassadas nove parcelas referentes aos meses de gestação e o auxílio só é concedido se a gravidez for identificada por um médico obstetra para que a informação seja inserida no Sistema Bolsa Família na Saúde.

Outro benefício variável é o vinculado à nutriz. O valor de R$ 41,00 é fornecido às famílias com renda mensal de até R$ 178,00 por pessoa e que tenham crianças com idade entre 0 e 6 meses em sua composição, para reforçar a alimentação do bebê nos primeiros meses de vida, mesmo nos casos em que a criança não more com a mãe. Para que esta categoria seja concedida, a criança precisa ter seus dados incluídos no Cadastro Único (CadÚnico) até o sexto mês de vida.

Há também o benefício variável vinculado ao adolescente, no valor de R$ 48,00 e são permitidos até dois auxílios nesta categoria por família. Este benefício é pago às famílias também com renda mensal de até R$ 178,00 por pessoa e que possuam adolescentes entre 16 e 17 anos em sua composição. É necessário manter frequência escolar para receber o benefício.

Por fim, há o benefício para superação da extrema pobreza e o valor é calculado individualmente para cada grupo familiar, variando de acordo com a renda e a quantidade de pessoas que compõem a família. Este auxílio é concedido às famílias que continuem com renda mensal por pessoa inferior a R$ 89,00, mesmo após receberem os outros tipos de auxílio do programa Bolsa Família.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *